Estilo

Dia Internacional da Mulher: os grandes nomes da arquitetura internacional

Dia Internacional da Mulher

A haus&afins preparou um conteúdo especial para comemorar o Dia Internacional da Mulher. Neste artigo, trazemos uma lista com as grandes personalidades femininas da arquitetura e design mundial. Nomes que entraram para a história com projetos audaciosos, presença de destaque, representatividade e muito mais.

 Anne Tyng

Apesar de ter nascida na China, Anne Tyng passou a maior parte da vida e construiu carreira nos Estados Unidos. Ela foi a primeira mulher a estudar na Escola de Design de Harvard, também trabalhou nas cidades de Nova Iorque e Filadélfia e foi professora de arquitetura da Universidade da Pensilvânia por 27 anos.

Os projetos de Anne Tyng se diferem pelo uso marcante das formas geométricas, uma das suas obras mais famosas é o brinquedo/móvel Tyng Toy (conjunto de peças de madeira que podem ser configurados de diferentes maneiras).

Dia Internacional da Mulher

Brinquedo Tyng Toy

Dia Internacional da Mulher

Brinquedo Tyng Toy

Charlotte Perriand

A arquiteta francesa Charlotte Perriand ficou conhecida por projetos de móveis mais acessíveis, trocando elementos metálicos por madeira. Ela contribui com diversos projetos de mobiliário de Le Corbusier (arquiteto, urbanista e escultor da época), entre eles a cadeira Grand Confort.

Em 1937, Charlotte Perriand fundou a Union des Artists Moderns. Entre suas obras arquitetônicas mais famosas estão: o Hospital Saint-Lo, na França; o Hotel de France, na Guiné; a Liga das Nações, na Suíça e o Escritório de Turismo Francês, na Inglaterra.

Dia Internacional da Mulher

Cadeira Grand Confort

Denise Scott Brown

Denise Scott Brown nasceu na Zâmbia e se formou inicialmente na África do Sul, depois seguiu estudos em Londres e se tornou mestre e professora na Universidade da Pensilvânia. Denise Brown, junto com seu parceiro Robert Venturi, teve grande influência no desenvolvimento da arquitetura do século XX.

Entretanto, além da influência nesse meio, Denise coleciou diversos prêmios de arquitetura e projetos mundialmente famosos como o Complexo Universitário Palmer Commons, em Michigan e a Perelman Quadrangle, na Universidade da Pensilvânia, Philadelphia.

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher – Denise Scott Brown – Complexo universitário Palmer Commons

Jeanne Gang

Jeanne Gang é referência quando se fala em uso de novos materiais, tecnologia e projetos de sustentabilidade. Fundadora da Gang Architects Studio, entre seus maiores projetos estão o Aqua Tower, Arcus Center for Social Justice Leadership, WMS Boathouse e o Eleanor Boathouse no Rio Chicago.

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher – Jeanne Gang Aqua Tower

Dia Internacional da Mulher

Jeanne Gang – Arcus Center for Social Justice Leadership

Gae Aulenti

A arquiteta italiana Gae Aulenti ganhou fama por causa dos inúmeros projetos de museus de arte, por exemplo o d’Orsay e a Galeria de Arte Contemporânea, em Paris; a restauração do Palácio Grassi, em Veneza e o Museu de Arte Asiática, em São Francisco.  Ela também foi professora nos Estados Unidos, Alemanha e Canadá e recebeu o título de “A Dama da Arquitetira, pela Academia de Artes de Brera.

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher: Gae Aulenti – museu d’Orsay

Kazuyo Sejima

Fundadora do escritório SANAA, Kazuyo Sejima, nascida no Japão, mas deixou seu nome por diversos países. Ela possui obras espetaculares no Japão, Espanha, Estados Unidos, Alemanha, Inglaterra, França, entre outros. Em 2010, recebeu o Prêmio Pritzker, considerado o Oscar da arquitetura.

Ícone da arquitetura contemporânea, em seu portfólio estão projetos como o New Museum of Contemporary Art, em Nova York; o Serpentine Pavilion, em Londres; Prédio da Christian Dior, em Tóquio e o Pavilhão de Vidro do Museu de Arte de Toledo.

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher: Kazuyo Sejima – Novo Museu de Arte Contemporânea

Lilly Reich

A alemã Lilly Reich construiu um enorme legado tanto como designer de interiores, como de mobiliário e de moda. Nascida em Berlim, mudou-se para a Áustria para trabalhar na Wiener Werkställe, importante empresa que tinha o diferencial de trazer as renovações artísticas para objetos do cotidiano.

Lilly Reich foi indicada como diretora de construção e arquitetura de interiores na Escola Bauhaus, fechada pelos nazistas em 1933. Depois da Guerra, lecionou na Universidade de Artes de Berlim.

Lina Bo Bardi

Lina Bo Bardi nasceu na Itália, mas foi aqui, no Brasil, que construiu seu nome na arquitetura mundial.  Um dos diferenciais de Lina Bo Bardi era união do popular com a arquitetura, criando espaços que pudessem ser aproveitados ao máximo pelas pessoas.

A arquiteta italiana chegou no Brasil por volta dos anos 40, depois de morar no Rio de Janeiro ela se mudou para São Paulo, onde criou suas mais icônicas obras: a Casa de Vidro (sua própria residência), o Museu de Arte de São Paulo (uma dos mais importantes projetos da arquitetura nacional) e o SESC Pompeia (considerado pelo The Guardian como o 6º melhor prédio de concreto do mundo).

Dia Internacional da Mulher

Casa de Vidro – Lina bo Bardi

Marion Mahony Griffin

Em uma época que poucas mulheres chegavam à Universidade, Marion Mahony Griffin foi uma das primeiras mulheres a se formar em arquitetura. O título foi obtido em 1894, pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (M.I.T).

Assim como muitas, Marion enfrentou algumas dificuldades para construir carreira em meio a um ambiente dominado pelos homens. Dentre as suas conquistas, ela venceu o concurso para projetar a nova capital da Austrália, Camberra.

Zaha Hadid

A iraquiana Zaha Hadid é uma das arquitetas mais famosas do mundo. Suas obras, como, por exemplo, a Vitra Fire Station, na Alemanha, o Centro Rosenthal de Arte Contemporânea, nos Estados Unidos e o Terminal Hoenheim-North & Estacionamento, na França, seguem uma linha descontrutivista.

Entretanto, não são apenas os trabalhos espetaculares que fazem de Zaha Hadid mundialmente conhecida. Em 2004, ela foi a primeira mulher a receber o Prêmio Pritzker. Além disso, em 2008, ela foi eleita pela Forbes como a 69º mulher mais poderosa do mundo. Em seus últimos anos de vida, colecionava mais de 950 projetos em 44 países.

Dia Internacional da Mulher

Zaha Hadid – Centro Rosenthal de Arte Contemporânea

Dia Internacional da Mulher

Zaha Hadid – Centro aquático de Londres

Faltou alguma personalidade que merece aparecer neste artigo de Dia Internacional da Mulher? Deixe aqui nos comentários!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *